Larvas de bicho-da-farinha conseguem degradar isopor

O isopor é usado em diversas embalagens, desde copinhos de café até bandejas de frios que a gente compra nos supermercados, e é um grande problema para o meio ambiente por não ser de fácil decomposição.

Mas as larvas do tenébrio (ou bicho-da-farinha; foto abaixo) estão aí para nos ajudar nesta missão.

Larvas de tenébrio. Foto: Yu Yang

Uma nova pesquisa mostrou que estes insetos conseguem digerir completamente o isopor, graças a bactérias que vivem em seus intestinos. Metade do isopor é convertido em gás carbônico, enquanto o resto é transformado em cocô.

Os pesquisadores estão explorando se estas bactérias conseguem quebrar outros tipos de plásticos duros, como o polipropileno, usado para fazer embalagens de alimentos.

Se a pesquisa na área continuar, podemos conseguir bioenzimas que quebrem plástico mais rapidamente.

Fonte: Science Magazine

Deixe seu comentário