Pessoas bilíngues pensam de um jeito mais flexível

EYEEM/ISTOCKPHOTO

De acordo com um estudo recente, as pessoas que falam dois idiomas pensam e encaram e mundo de jeitos diferentes daqueles que falam uma língua só. Além de enfatizar diferentes ações e suas consequências, os bilíngues parecem ter um pensamento mais flexível, uma vez que eles conseguem captar as melhores palavras e interpretações de cada idioma.

Os pesquisadores estavam interessados em olhar como os falantes de inglês e alemão lidavam com diferentes situações. Por conta das estruturas gramaticais de cada idioma, os que falavam só alemão contavam histórias com foco no começo, meio e fim dos eventos, enquanto os falantes de inglês focavam mais em descrever as ações. Assim, um alemão falaria que “um homem deixou a casa e andou até uma loja”, enquanto um inglês contaria somente que “um homem está andando.”

Quando os cientistas estudaram pessoas bilíngues em inglês e alemão, eles observaram que as pessoas pensavam com essas duas perspectivas e baseavam sua fala na linguagem que estivesse mais ativa em suas mentes. Desse modo, os alemães que falavam inglês eram mais descritivos quando estavam em seu país de origem e precisavam se comunicar em alemão, enquanto outros alemães que moravam no Reino Unido e falaram em inglês se comunicavam dando mais ênfase às ações, assim como as pessoas que têm o inglês como primeiro idioma.

Por fim, o pesquisador responsável pelo estudo comparou as pessoas bilíngues com um rádio, afirmando que cabe a elas escolher se ouvirão o mundo com apenas um alto-falante ou se usarão a função estéreo.

Fonte: Science Magazine

+ Aprenda como enxergar a sua própria voz

Deixe seu comentário