Espetacular avião Ponta de lança: você nunca voou tão alto!

Hoje, você vai conhecer um avião de origami que não voa, flutua! :p Ele vai muito, mas muito alto. Quando está lá em cima, dá rodopios no céu!

E sabe do melhor? Pra fazer o seu, é só baixar o modelo que estamos deixando abaixo e seguir as instruções do vídeo.

Como fazer passo a passo seu avião de papel de origami


+ Baixe o modelo do avião em PDF
+ Face GE do Brasil
+ Sobre a #MissãoGEnx
+ Avião Morceguinho
+ Avião Rapina

Quem mostrou esse avião pra gente foi a GE do Brasil! Eles estão trazendo para revisar no Brasil uma nova tecnologia em motor de aviação, chamada GEnx, que consome menos combustível, solta menos CO2 e faz menos barulho. Conseguir isso significa ter menos poluição, menos ruído e mais conforto para quem está voando.

Ou seja, voar fica mais gostoso e menos cansativo! Muito legal essa evolução tecnológica, né? 😉

Com essa modernidade toda, logo, logo os aviões estarão deslizando no céu feito nosso Ponta de lança! 🙂

Quando fizer seu avião, publique uma foto no Instagram marcando #MissãoGEnx e #ManualDoMundo. Assim, a gente consegue encontrar sua foto pra dar joinha!

***Dicas***
• Siga direitinho as linhas para fazer as dobras e os cortes do seu origami.
• Use um papel firme para fazer seu avião, como uma folha de sulfite ou cartolina. Ou seu avião ficará molenga.

Curiosidades
• Você sabia que o Brasil é um dos principais centros de manutenção de motores de avião do mundo? Essa oficina mecânica, a GE Celma, fica em Petrópolis, no Rio de Janeiro.
• A GE Celma recebe motor de avião do mundo todo. Quando eles vêm de muito longe, chegam no Brasil pelo aeroporto de Campinas, interior de São Paulo, e de lá são levados de carreta até a oficina em Petrópolis. São mais ou menos 12 horas de viagem. =O
• Fazer a revisão de um motor de avião não é fácil. Os mecânicos têm mais de 10 mil peças para desmontar, inspecionar, testar reparar, montar de novo e testar outra vez, o que leva mais ou menos 65 dias!
Fiquei só imaginando a cara dos mecânicos quando fazem o teste final e percebem que terão que desmontar tudo de novo! 😛 rs

Este texto é um publieditorial e tem o apoio da GE do Brasil.

Deixe seu comentário