Materializando (quase) tudo com impressoras 3D


Apesar de parecer uma invenção do novo milênio, assim como outras tecnologias, a impressora 3D foi inventada há muito mais tempo, para finalmente hoje se tornar uma realidade na vida das pessoas.

O americano Charles W. Hull, mais conhecido como Chuck Hull, foi o primeiro a desenvolver uma impressora capaz de “materializar” objetos em três dimensões, lá em 1984. Obviamente, assim como demorou para que impressoras gráficas (bidimensionais) começassem a virar equipamento doméstico, somente após a virada do século começaram a surgir modelos acessíveis, frutos da evolução e barateamento dos primeiros protótipos.

Hoje em dia é possível encontrar até mesmo uma impressora 3D funcional quase completamente feita de Lego (esse pessoal cresce mas não desiste de brincar):

O resultado deste avanço é que recentemente temos visto uma enorme quantidade de aplicações inacreditáveis para a tecnologia de impressão 3D. Algumas, inclusive, chegam a ser assustadoras…

Contudo, além de produzir miniaturas fantásticas de si mesmo para narcisistas e rostos alheios (dentre outros brinquedos e enfeites), as impressoras 3D podem servir também para criar objetos realmente úteis, como alimentos diversos, carros, casas, próteses médicas, medicamentos e até órgãos, tecidos e células vivas!

São tantas as possibilidades sendo descobertas a cada momento, que a Iinterativa criou este infográfico listando 10 coisas incríveis que uma impressora 3D é capaz de fazer:

Sem dúvida nenhuma, a aplicação mais preocupante de todas (apesar de que a ideia de uma impressora capaz de imprimir outras impressoras me deixa um pouco tenso) é a possibilidade de impressão de armas de fogo.

O debate sobre o acesso da população às armas segue polêmico nos Estados Unidos, e o surgimento desta possibilidade tecnológica deu origem ao documentário abaixo da rede de jornalismo Vice:

Mas para não nos determos apenas nos aspectos negativos ou perigosos, vamos falar da parte boa: impressão 3D de chocolates!

Clique aqui para tirar algumas dúvidas sobre a tecnologia de impressão 3D!

E aqui para conhecer uma caneta 3D capaz de “desenhar” esculturas!!

Deixe seu comentário