Quantos anos uma barata consegue viver?


Morando em nosso planeta há aproximadamente 400 milhões de anos, as baratas são, sem dúvida alguma, os insetos mais conhecidos e odiados pelos seres humanos desde os primórdios do mundo.

Apesar de existirem cerca de 3.500 espécies conhecidas de baratas, apenas 5 a 7 gêneros são considerados “domésticas” e podem aparecer sem aviso na sua casa. Para quem acha que o animal é uma praga e só serve para transmitir doenças para as pessoas, muitas espécies de baratas vivem na natureza e são importantes na cadeia ecológica, servindo de alimento a outros seres vivos e ajudando na incorporação de nutrientes ao meio ambiente.

Devido a sua alta adaptabilidade ao meio, capacidade reprodutiva e quantidade de abrigos e alimentos que encontra em áreas urbanas, as várias espécies se proliferaram com facilidade e rapidez, causando incômodo e desconforto para pessoas de todos os níveis sociais. Sua presença em estabelecimentos comerciais e residenciais é preocupante, tendo em vista sua enorme possibilidade de poder transmitir, mecanicamente e biologicamente, microorganismos patogênicos, isto é, causadores de doenças.

Até quantos minutos uma tartaruga pode ficar debaixo d’água?

Mas pode ficar tranquilo que, apesar de parecerem imortais, o ciclo de vida de uma barata de esgoto (Periplaneta americana) varia entre 6 meses a 3 anos, podendo a fêmea colocar uma média de 225 ovos em sua vida. Já o ciclo de vida da espécie Blatella germanica, de porte bem menor, é mais curto, de 6 a 10 meses, e mais prolífero, cerca de 260 ovos por fêmea.

Outra curiosidade interessante é que as baratas conseguem sobreviver uma semana inteira sem beber água e até 1 mês sem comer. Algumas espécies aguentam passar mais de 30 minutos debaixo d’água. Mas espantoso mesmo é saber que, devido à sua estrutura corporal, nossas amiguinhas conseguem sobreviver um bom período até mesmo sem a cabeça.

Com tantas habilidades voltadas para a própria sobrevivência, fica a impressão de que as baratas são mesmo imortais e indestrutíveis. Mas, felizmente, é só impressão. Em poucos meses, no máximo alguns anos, aquele “monstro” repugnante que quase matou você de susto invadindo sua cozinha de madrugada, certamente vai encontrar seu fim. Quer dizer, isso se não encontrar a sola do seu chinelo primeiro…

E já que estamos falando deste assunto, aprenda a fazer a sua própria barata elétrica (mini robô caseiro) clicando aqui!
Fonte: Prof. Francisco José Zorzenon, do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento do Instituto Biológico de São Paulo – SP

Pergunta enviada por Gabriel Cunha. Tem alguma Dúvida Cruel? Escreva para [email protected] que a gente responde.

Veja mais Dúvida Cruel clicando aqui!

Deixe seu comentário