Espécie mais antiga de escorpião-do-mar é descoberta nos Estados Unidos

Cientistas descobriram a espécie mais antiga de um grupo de animais extintos há muitos anos, conhecidos como escorpiões-do-mar. O achado mostra que tais criaturas podem ter surgido muito antes do que era imaginado.

Os membros da equipe chamaram o predador de Pentecopterus por causa de um tipo de embarcação grega usada nas guerras e chamada de peteconter, que tem a forma parecida com a do animal descoberto.

escorpião-do-mar. Fonte: PATRICK LYNCH/YALE UNIVERSITY
Representação artística de um escorpião-do-mar

A espécie foi encontrada em mais de 150 fragmentos de fósseis, escavados de rochas com cerca de 467 milhões de anos, localizadas no nordeste do estado norte-americano de Iowa e que são 9 milhões de anos mais velhas do que as que tinham as espécies de escorpião-do-mar mais antigas até hoje.

Os animais fazem parte do grupo dos artrópodes, assim como insetos, aranhas, caranguejos e os extintos trilobitas. Vale lembrar que todos os artrópodes têm pernas e membros articulados.

Os adultos de Pentecopterus mediam cerca de 1,7 metros de comprimento, mas alguns jovens podiam ter entre 10 e 15 centímetros. Ao contrário de todos os outros artrópodes vivos conhecidos ou extintos, alguns Pentecopterus adultos apresentavam partes corporais modificadas, o que sugere que os animais mais jovens tinham pequenas garras para caçar animais minúsculos no sedimento, enquanto os adultos tinham garras maiores para capturar vítimas grandes.

Fonte: Science Magazine

Deixe seu comentário