Geckos russos brincam com colar espacial em gravidade zero

A falta de gravidade pode ser uma boa oportunidade para relaxar e brincar um pouco – pelo menos para os 15 geckos à bordo do satélite russo Bion-M1.

Esses répteis, que têm patinhas com ventosas assim como as lagartixas, ficaram voando durante um mês. Um deles soltou o colar de identificação no começo da viagem e o objeto logo virou um brinquedo para os bichinhos, que o empurravam com o nariz toda vez que ele passava flutuando!

Não acredita? Então dê uma olhada no vídeo!

Segundo o herpetologista Gordon Burghardt, da Universidade do Tennessee, o comportamento é um tanto inusitado para os répteis, que não se divertem por aí como os gatos ou cachorros. A única exceção ao caso seriam os crocodilos, que já foram vistos brincando juntos em família.

O cientista defende que esse grupo de animais não tem energia extra para gastar, já que precisam se preocupar em manter a temperatura corporal estável. Como exemplo, ele havia pensado em tartarugas flutuando na água quente. Mas quem diria que a sua teoria ia ser comprovada com geckos brincalhões, em gravidade zero?

Fonte: New Scientist

Deixe seu comentário