Conheça a origem do bico das aves

Há 150 milhões de anos, as aves surgiam e eram bichos completamente diferentes de dinossauros. Além de terem penas e voarem, os pássaros ganharam uma estrutura única, o bico, que permitiu os mais de 20 mil tipos de pássaros hoje em dia, desde os tucanos e canários, até as águias e araras.

Para entender melhor como as aves mudaram tanto assim, cientistas manipularam um embrião de galinha e criaram um animal com um focinho muito parecido com o de crocodilos, que junto com as aves, são os parentes vivos mais próximos dos dinossauros.

Os dois ossinhos do bico do embrião de galinha (esquerda) estão incompletos no crânio do meio e lembram os de crocodilos (direita)
Os dois ossinhos do bico do embrião de galinha (esquerda) estão incompletos no crânio do meio e lembram os que aparecem nos crocodilos (direita)

Os pesquisadores chegaram nesse resultado depois de mexerem em duas proteínas importantes para o desenvolvimento dos ossinhos da frente do bico das galinhas. No fim, eles conseguiram um crânio que não tem o bico totalmente formado (imagem no centro), como um embrião de galinha comum, mas é arredondado como o dos crocodilos.

Mas se você já está aflito com a notícia e pensando que os cientistas estão criando um novo Parque dos Dinossauros, fique tranquilo: os ovos de galinha modificados não chocaram até o final.

Fonte: Science Magazine

Deixe seu comentário