Baleias são comilonas por causa de seus nervos elásticos

 

Em "Procurando Nemo", a Dori e o Marlin são engolidos por uma baleia azul porque ela não conseguia falar baleiês! Você se lembra?
Em “Procurando Nemo”, a Dori e o Marlin são engolidos por uma baleia-azul porque ela não conseguia falar baleiês! Você se lembra?

As baleias devem ter algum parentesco com a Mulher-Elástica, heroína do filme “Os Incríveis”, ou Monkey D. Ruffy, o pirata que engoliu a fruta da borracha (ou Gomu Gomu no Mi) no mangá One Piece.

Um novo estudo acaba de revelar que os cetáceos da família da baleia-azul (Balaenoptera musculus) têm nervos elásticos na boca e na língua, que esticam quase o dobro de seu tamanho original!

As baleias desse grupo conseguem engolir muita água de uma só vez e têm estruturas parecidas com barbas, que ficam dentro da boca, que filtram pequenos crustáceos chamados de krill.

Nervos de baleia. Fonte: VOGL ET AL./CURRENT BIOLOGY 2015
Olha só como os nervos da baleia esticaram!

Nos demais vertebrados (incluindo a gente), a extensão de um nervo causa dor, mas isso não acontece com as baleias: as fibras de cada nervo ficam dobradas em pacotes e são cercadas por uma parede grossa de colágeno e elastina (as mesmas proteínas que mantém a nossa pele bonita e elástica).

Assim, quando a baleia abre a boca para conseguir engolir mais comida, o colágeno estica e fica bem duro, evitando que os nervos fiquem super esticados. A elastina, por outro lado, puxa as fibras de volta e deixa tudo do tamanho original.

Se fôssemos assim, imagina o que ia caber na nossa boca!

Fonte: Science Magazine

 

Deixe seu comentário