Hormônio que liga mães e filhos é o mesmo que liga cachorros e seus donos

A oxitocina é conhecida por ser o hormônio do amor, principal responsável pelas ligações entre mães e filhos nos mamíferos. É ele que nos torna mais confiantes, cooperativos e generosos.

Antes se pensava que essa ligação só era estabelecida em relações reprodutivas, isto é, entre mães e crias. Mas cientistas japoneses descobriram que cachorros de estimação e seus donos também podem ter seu relacionamento influenciado pela ação do hormônio do amor.

Em um grupo de 16 cachorros com mais de 1 ano de idade, os cientistas espirraram ou oxitocina ou soro fisiológico nas narinas dos animais para ver o que mudaria em suas relações com os donos.

Os donos, que esperavam na sala ao lado sem saber qual substâncias seus cães tinham recebido, foram instruídos a ignorar as tentativas de aproximação dos cachorros. Mas para aqueles cujos cachorros tinham recebido a oxitocina, essa tarefa foi mais difícil: eles não paravam de cheirar e lamber. Owwnnnn!!! <3

Segundo a análise estatística feita pelos cientistas, a quantidade de tempo que os cães que inalaram oxitocina passaram perto de seus donos, olhando para seus olhos, foi significativamente maior que a dos que inalaram o soro fisiológico.

A tese defendida pelos cientistas é a de que a oxitocina não é apenas produzida em mamíferos durante eventos reprodutivos. É mais do que isso, ela também é fundamental para a formação e manutenção das relações sociais – até mesmo entre cães e donos.

Fonte: revista Science

Deixe seu comentário