Besouros podem ajudar a desenvolver equipamentos de mergulho

Você sabia que besouros que tem a capacidade de mergulhar têm ventosas nas patas para poder segurar as fêmeas? =O

Segundo a revista Science, cientistas acreditam que – na corrida da evolução -, esse tipo de besouro acabou desenvolvendo essas estruturas “adesivas” para garantir a reprodução, já que as fêmeas conseguem facilmente escapar das patas em forma de espátula encontradas nos besouros comuns.

+ Descubra como os dinossauros desapareceram da Terra

Os cientistas fizeram, inclusive, um experimento para testar a aderências de tais ventosas. Para isso, eles removeram pernas de besouros da espécie que mergulha e da mais comum (que tem pata em forma de espátula) e mediram a força necessária de cada uma para erguer estruturas adesivas de superfícies lisas. As ventosas circulares suportaram 7 vezes mais força do que a em forma de espátula e também ofereceram mais forte aderência embaixo d’água por mais tempo.

Mais do que ser uma prova de como a espécie se adaptou ao meio, a descoberta pode ajudar engenheiros na criação de mecanismo de fixação embaixo d’água usado por mergulhadores.

Fonte: revista Science

Deixe seu comentário