O Dia de São Patrício, mais conhecido como Saint Patrick’s Day (até porque a tradição vem de países de língua inglesa), é comemorado anualmente no dia 17 de março, em homenagem ao padroeiro da Irlanda. O feriado religioso (que também é comemorado na Inglaterra e Estados Unidos) foi oficializado, e tornou-se um costume neste dia sair para beber e comemorar – durante algum tempo havia inclusive uma lei que proibia que bares e pubs fechassem na data – vestindo roupas verdes (em referência aos trevos utilizados por São Patrício para explicar a “Santíssima Trindade” aos fieis).

Só que neste último dia 17, segunda-feira, nem mesmo um trevo de quatro folhas ou todo apego ao santo irlandês conseguiria tranquilizar os pobres apresentadores de telejornais de Los Angeles que estavam sendo transmitidos ao vivo às 6h25 no horário local (10h25h em Brasília) quando ocorreu um terremoto:

O Serviço Geológico dos Estados Unidos informou que o tremor alcançou 4,4 na escala Richter e que os efeitos do abalo sísmico puderam ser sentidos por até 15 segundos.  Os danos não foram significativos, mas este foi o terremoto mais forte registrado na cidade desde 1994, quando houve 57 mortos.

A ausência de vítimas nos permite rir do susto que os âncoras da TV americana levaram, mas é certo que o resultado poderia ter sido trágico caso as construções de Los Angeles não fossem preparadas para para resistir aos tremores de terra – uma tecnologia não tão complexa quanto se poderia imaginar.

Em cidades com incidência de terremotos a maioria dos prédios é erguida conforme alguns cuidados especiais, como estrutura reforçada e paredes rígidas e bem distribuídas para evitar o colapso de eventuais rachaduras. Apesar de trazer aumento nos custos da construção, a técnica funciona bem em prédios de poucos andares.

Em edifícios mais altos, é recomendado utilizar amortecedores na base e uma estrutura flexível – apoios de borracha ou amortecedores entre o prédio e a fundação.

0,,37215081-FMM,00

Alguns empreendimentos mais sofisticados como a segunda construção mais alta do mundo, o prédio taiwanês Taipei 101 (com 508 metros de altura), possuem tecnologias mais avançadas: um pêndulo gigante de 660 toneladas controlado eletronicamente para compensar as oscilações causadas pelo vento ou por tremores (foto acima).

Confira no infográfico abaixo, produzido pelo site G1, um resumo das técnicas de construção utilizadas pelos engenheiros em regiões atingidas por terremotos:

Se você curtiu a engenhosidade dessas técnicas, antes de sair por aí construindo edifícios resistentes a terremotos experimente testar suas habilidades de equilibrista em obras menos complexas como uma torre de dominós ou uma ponte de moedas!

E mais uma curiosidade bônus: clique aqui para descobrir uma maneira inacreditável de medir a altura de qualquer prédio utilizando um prato!!

  • ;)

  • Nem assisti o vídeo, mas só pelas fotos da para saber q isso é coisa de Japonês.

  • Maria

    Eu Moro em los Angeles e senti esse terremoto!!

  • Nilton César

    Cara sou teu Fã n° 1 gosto muito dos teus videos
    Parabéns Continue assim

  • mayck jones

    :OOOOOOOOOOOOO