É verdade que existe sal de cozinha colorido?

Sal colorido carrega cores e sabores de argilas e algas (Foto: Stock.xchng)
Sal colorido carrega cores e sabores de argilas e algas (Foto: Stock.xchng)

Sim! Só que ele não é chamado de sal de cozinha, mas de sal marinho.

Raros, exóticos e caros, os sais marinhos carregam as cores de argilas e algas que lhes dão um sabor peculiar. Se dependesse apenas do cloreto de sódio, eles seriam brancos e teriam o sabor tradicional do sal de cozinha que você conhece.

Por que os oceanos e mares se tornaram salgados? Clique aqui e descubra!

É possível encontrar sal marinho preto na Índia. Há também versões cinzentas e cinza-rosadas na França. No Havaí, acrescenta-se lava preta ou argila vermelha, cozidas e moídas para colorir o sal.

As diferenças entre os dois não param por aí. Eles são obtidos de diferentes fontes e passam por processos de evaporação que são cruciais na maneira como sentimos seu sabor.

O sal de cozinha é extraído de depósitos subterrâneos, formados por sedimentos de mares antigos que secaram a milhões ou centenas de milhões de anos atrás. A extração é feita bombeando água para baixo, para dissolver o sal. Depois, a água salgada é bombeada de volta à superfície e as impurezas são retiradas. Em seguida, há um processo de evaporação a vácuo, que produz as pedrinhas que vão para a sua mesa.

O processo de evaporação usado para obter sal marinho depende do vento e da luz do sol. Ele é produzido em regiões litorâneas, onde a água salgada do mar ou de lagoas rasas fica exposta à ação natural. São as argilas e algas destas lagoas que interferem em sua coloração.

As pedras produzidas neste processos são irregulares, maiores que a do sal de cozinha, e se dissolvem mais rapidamente na boca, dando a sensação de uma pequena explosão de sabor salgado. Por outro lado, as pedras compactas e de tamanho regular do sal de cozinha, produzidas muito mais rapidamente no processo à vácuo, demoram mais para se dissolver.

Por isso, o sal marinho é mais gostoso se salpicado sobre os alimentos, mas não faz grande diferença se utilizado no processo de cozimento – pois a textura que o diferencia se desfaz.

Confira vídeos incríveis para quem gosta de se aventurar na cozinha:
Prepare pipoca no microondas com milho comum
Aprenda a gelar o refrigerante em três minutos
Receita simples e rápida de creme de amendoim

Pergunta enviada por Carolina Garcia. Tem alguma Dúvida Cruel? Escreva para [email protected] e a gente responde.

Deixe seu comentário