Por que a caixa-preta dos aviões é laranja?

Por que a caixa-preta dos aviões é laranja? - Manual do Mundo
Em caso de acidentes, a cor chamativa facilita a localização (Foto: Divulgação/Aeronáutica)

A caixa-preta dos aviões é laranja para facilitar sua localização em caso de acidentes. Todas têm a mesma cor, que segue especificação internacional.

O equipamento nunca foi preto. O termo vem do inglês black box, que foi incorporado pelos aviadores, conta o professor James Waterhouse, do departamento de Engenharia Aeronáutica da USP. Sua origem é da eletrotécnica, que usa a expressão para denominar um sistema do qual a estrutura interna é desconhecida e só se pode analisar a entrada e a saída, apenas deduzindo seus mecanismos internos.

A caixa-preta de uma aeronave é de extrema importância na investigação de acidentes aéreos, pois armazena dados de voz e registros técnicos do voo.

As informações são captadas dois sistemas diferentes, que podem ser armazenados juntos ou separadamente, normalmente na cauda do avião, já que a cabine costuma ser o primeiro ponto atingido durante a queda. A CVR (Cockpit Voice Recorder) grava as conversas dos pilotos e  os sons da cabine de comando. Os registro de dados técnicos do voo, como a variação de velocidade e altitude, ficam armazenados na FDR (Flight Data Recorder). Elas são produzidas com materiais muito resistentes – como aço inoxidável e titânio -, podem suportar temperaturas de até 1.100°C por uma hora, e à pressão da  água em profundidades de até 6 mil metros.

Mesmo com a cor chamativa, no caso da tragédia com um avião da Gol em uma área de floresta densa no norte de Mato Grosso, em 2006, o cilindro de voz levou quase um mês para ser encontrado. O equipamento é obrigatório para aeronaves comerciais, mas não para as militares, nem para alguns modelos de pequeno porte.

Pergunta enviada por Maycon Santos Ferreira. Tem alguma Dúvida Cruel? Escreva para [email protected] e a gente responde.

🙂

Deixe seu comentário